Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manaus,

Dia a Dia

No Amazonas, mais de 200 alunos da rede pública alcançaram notas acima de 800 na redação do Enem

Desse total, 59 são da capital do estado e 142 do interior
Foto: Divulgação

No Amazonas, 201 alunos da rede pública estadual confirmaram nota igual ou acima de 800 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022. O resultado final do Enem pode ser utilizado em programas que dão acesso ao ensino superior, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade Para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Do total de alunos com essas pontuações, 59 são da capital do estado e 142 do interior. Da rede estadual, uma aluna alcançou a pontuação máxima. Para a secretária de Estado de Educação e Desporto, Kuka Chaves, os resultados são fruto do compromisso de toda a comunidade escolar.

“O sucesso nos traz a certeza de que não devemos desistir do nosso foco, que é manter o trabalho de valorizar a atuação dos professores e sempre reconhecer o compromisso dos educadores de levar uma educação de qualidade não apenas na capital, mas para todos os municípios do Amazonas”, aponta a secretária.

Com nota 960 na redação, Rafael Bandeira, aluno da Escola Estadual Prof. Francisco de Chagas Albuquerque, na avenida Joaquim Nabuco, Centro de Manaus, falou sobre sua preparação que resultou na pontuação.

“É importante entender os padrões de uma redação de alto padrão. Buscar redações de nota 1000 e treinar aquela estrutura. Agradeço pela professora que tive, pois recebi muita orientação. Com a tutela do educador, aliado ao auxílio do que encontramos na internet, a preparação é possível”, explicou.

O estudante, que finalizou o Ensino Médio em 2022, agora segue rumo ao Ensino Superior.

“Sempre tive muito interesse pelas áreas biológicas e da saúde, e nesse momento penso em fazer Farmácia ou Odontologia”, afirmou Rafael. As inscrições para o Sisu 2023 começaram na quinta-feira (16/02) e se encerram nesta sexta-feira (24/02).

Professora na escola onde Rafael estudou, a docente de Língua Portuguesa, Michelle Lima, falou das aptidões que o ensino da Redação traz para a vida dos alunos.

“Saber produzir um texto dissertativo-argumentativo exercita a interpretação, o senso-crítico, o poder de persuasão e outras qualidades. É essa ideia que busco implementar em minhas aulas, e que deu resultados com o Rafael. Fico orgulhosa de ter participado dessa caminhada junto com ele”.

FOTO: Divulgação/Seduc-AM

Informações para a imprensa: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Educação e Desporto: Gisa Prazeres (98124-2626) e Mônica Figueiredo (98100-8787).

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + dez =