Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Veículos e motores

Renault Duster ganha fôlego com a motorização turbo

Linha 2023 do modelo é oferecido em cinco versões e tem o maior porta-malas da categoria
Fotos: Divulgação

No primeiro trimestre desse ano a Renault apresentou a linha Duster 2023, tendo como grande novidade a opção do motor turbo TCe – Turbo Control Efficiency 1.3 flex de 170 cavalos de potência, combinado ao câmbio automático CVT XTRONIC de oito marchas na versão Iconic, que o Em Pauta Online teve a oportunidade de conhecer e avaliar.

A importância da opção do motor turbo fica mais evidente quando você vê a lista dos modelos mais emplacados no segmento de SUVs compactos, que o Renault Duster 2023 está inserido: 1) Volkswagen T-Cross; 2) Hyundai Creta; 3) Jeep Renegade; 4) Chevrolet Tracker; 5) Nissan Kicks; e 6) Renault Duster.

Apenas o Nissan Kicks não tem a opção de motorização turbo. Todas as outras têm e, muito provavelmente, esse novo posicionamento do modelo vai refletir positivamente nas suas vendas.

Além da versão Iconic turbo TCe 1.3 CVT que avaliamos, o modelo é oferecido em outras quatro versões, todas equipadas com motor 1.6 SCe, que não é turbo: Zen com câmbio manual; Zen com câmbio CVT XTRONIC; Intense com câmbio CVT XTRONIC; e Iconic com câmbio CVT XTRONIC.

A linha Renault Duster 2023 traz boas novidades, como a adoção de moldura frontal, retrovisores e barras de teto com acabamento em preto, nas versões Intense e Iconic. Além disso, as versões Iconic, 1.6 e turbo TCe 1.3 flex, passam a ter alargadores de roda e bancos com revestimento premium de série.

Na dianteira, a linha conta com faróis com a assinatura luminosa característica da gama Renault e luzes diurnas de LED em formato de “C”. Internamente o painel de instrumentos conta com uma central multimídia Easy Link de 8”, bem como comandos de fácil uso.

O modelo segue com características-chave de robustez e conforto para garantir satisfação em qualquer terreno urbano ou off-road. Com os maiores ângulos de entrada (30°) e saída (34°5’) do segmento e a maior altura do solo (237 mm), o Duster 2023 encara obstáculos com facilidade. Além disso, o veículo mantém o maior porta-malas da categoria, com 475 litros, e oferece amplo espaço interno.

Mais sobre o novo motor turbo TCe 1.3 flex

O novo motor turbo TCe 1.3 flex do Duster Iconic foi desenvolvido com o know-how da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi em parceria com a Daimler, tendo como características um alto torque em baixas rotações e baixo consumo de combustível.

Ele traz ainda tecnologias que a Renault desenvolveu nas pistas da Fórmula 1, categoria que a marca já conquistou 12 títulos mundiais, como a injeção direta central com 250 bar de pressão, turbocompressor com válvula wastegate eletrônica e duplo comando de válvulas variável com atuadores elétricos, que garantem uma combustão otimizada com mais performance e menos consumo de combustível.

Toda a tecnologia embarcada no motor e câmbio do Duster TCe 1.3 turbo flex garantiram nota A no selo do programa brasileiro de etiquetagem do Inmetro. Com gasolina, o consumo na estrada é de 16,1 km/l e na cidade de 13,9 km/l. Com etanol, o consumo é de 11,7 km/l no percurso rodoviário e 9,9 km/l no urbano.

Mais sobre o motor 1.6 SCe

O motor 1.6 SCe também recebeu aprimoramentos para atender à nova fase das normas de emissões (LEV7), melhorando o consumo em até 3,9%, sem redução da potência máxima de 120 cavalos e do torque de 16,2 kgf.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12 − 7 =