Plínio Valério propõe tirar apoio da bancada do Amazonas ao governo

Plínio Valério propõe tirar apoio da bancada do Amazonas ao governo

Por Portal do Holanda 

A coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo desta sexta-feira, dia 17, atribui ao senador Plínio Valério (PSDB) a expressão “corredor da morte”  em referência à redução gradual do IPI ao setor de concentrados do Polo Industrial de Manaus (PIM), até atingir 4%.

A colunista, Joana Cunha (joana.cunha@grupofolha.com.br) também afirma que se a medida for implementada, Plínio Valério deixará de apoiar o governo Bolsonaro. Plínio teria dito que “Se essa má vontade com a Zona Franca persistir, minha boa vontade com o governo acabou.”

No último dia 15, o senador Plínio Valério já havia dito, em rede social, que a redução ocorrida no recesso mostrava o desprezo  da equipe econômica do governo federal pela Zona Franca de Manaus (ZFM) e alertava: “Isso significa dizer que temos, como bancada, rever a nossa posição de apoio ao Governo após essa traição a ZFM”.