TJAM marca para 28 de julho prova de seleção para estágio em Direito

TJAM marca para 28 de julho prova de seleção para estágio em Direito

Da Redação 

A seleção pública que o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) abriu para preenchimento de 50 vagas para estágio em Direito em Manaus terá a prova aplicada no dia 28 de julho, no Colégio Militar da Polícia Militar V, localizado na Av. Professor Nilton Lins, 3.259, Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul.

A informação foi divulgada no Diário da Justiça Eletrônico, junto com o edital de homologação preliminar das inscrições no processo seletivo. Os candidatos que tiveram sua inscrição indeferida e desejarem interpor recurso têm até esta quinta-feira (11) para fazê-lo.

Os recursos deverão ser entregues, exclusivamente, no Setor de Protocolo Administrativo do Tribunal, no Edifício Arnoldo Péres, localizado na Av. André Araújo, s/n.º, Aleixo, no horário de expediente (das 8h às 14h), devidamente fundamentados e apresentados em formulário específico, impresso ou transcrito em letra de forma e assinado pelo candidato, conforme o Edital n.º 01/2019 – SPED2019.2.

Orientações para o dia da prova
No dia 28, os portões de acesso ao local de prova serão abertos às 7h45 e fechados às 8h30. Após o fechamento dos portões, não será permitido o acesso dos candidatos à sala de prova, que terá início às 9h e término às 12h.

A Escola de Aperfeiçoamento do Servidor do TJAM (Eastjam) reforça que o candidato deverá comparecer ao local designado para a prova com antecedência mínima de 30 minutos e munido de original de um dos documentos de identidade (RG, carteira de órgão ou conselho de classe, carteira de trabalho e previdência social, certificado militar ou carteira nacional de habilitação) e portando caneta esferográfica de cano transparente e de cores azul ou preta.

Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar documento de identificação original no dia da realização das provas, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 30 dias corridos, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de assinaturas e de impressão digital em formulário próprio.

A avaliação constará de 40 questões de múltipla escolha, envolvendo questões de Língua Portuguesa; Noções de Informática e Processo Digital; Noções de Direito Constitucional; Noções de Direito Civil; Noções de Direito Processual Civil; Noções de Direito Penal e Noções Direito Processual.

Os candidatos convocados cumprirão estágio de 20 horas semanais – no período de 8h às 12h – e receberão bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 800, além de auxílio-transporte (mensal) no valor de R$ 167,20.

Foto: Divulgação