STJ condena governador do Amapá a prisão e perda do mandato

STJ condena governador do Amapá a prisão e perda do mandato

Da Redação

O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), foi condenado a seis anos e nove meses de prisão pela Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão foi tomada na quarta-feira (6). O político ainda foi condenado a perda do mandato e que sua prisão seja cumprida em regime semiaberto. A decisão é pelos desvios de recursos de empréstimos consignados de servidores estaduais entre 2009 e 2010, no mandato anterior de governador do Amapá. 

O STJ ainda determinou que Valdez Góes devolva R$ 6,3 milhões aos cofres públicos. O processo ainda cabe recursos.

Segundo a decisão do STJ, parcelas dos valores dos empréstimos dos servidores eram retidos, servindo para que o governo pagasse dívidas da administração e não fossem repassados aos bancos. De acordo com a denúncia, os desvios já eram praticados pelo antecessor de Góes, com ele dando continuidade e ordenando os desvios.