Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Dia a Dia

Estudante se passava por médico veterinário e forjou registro no Conselho, afirma presidente do CRMV-AM

Recebemos denúncia de que um estudante estava atuando como profissional numa clínica na zona leste de Manaus, colocando em risco a vida dos animais que atendia pois há foto de receituário carimbado constando nome e número de registro no Conselho.
Foto: Divulgação

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amazonas (CRMV-AM) notificou a coordenação do Centro Nacional de Ensino Superior LTDA | Uninorte Manaus sobre um aluno que estaria exercendo a profissão de médico-veterinário de forma irregular. “Recebemos denúncia de que um estudante estava atuando como profissional numa clínica na zona leste de Manaus, colocando em risco a vida dos animais que atendia pois há foto de receituário carimbado constando nome e número de registro no Conselho. Só que o número não existe”, disse o presidente do CRMV-AM, Ednaldo Souza.

Os fiscais foram até a clínica onde o estudante atuava e os responsáveis afirmaram que ele era estagiário e que foi desligado assim que fotos do carimbo com número de registro no conselho passou a circular em grupos de WhatsApp. A clínica publicou uma nota de repúdio nas redes sociais condenando a prática irregular da profissão de médico veterinário.

Em 20 dias, a autarquia federal no Amazonas recebeu duas denúncias de prática privativa de médico veterinário sendo exercida por estudantes. “Percebemos um crescimento da atuação irregular envolvendo estudantes do curso de medicina veterinária”, afirmou o presidente.

O CRMV-AM solicitou à instituição de ensino as medidas tomadas sobre a prática irregular da atividade profissional no prazo de 10 dias para prevenir outros casos semelhantes e também encaminhou o caso para a Polícia Civil.

Ednaldo explicou que o Conselho deve iniciar nos próximos meses uma campanha de conscientização junto às universidades que oferecem o curso para explicar sobre a prática irregular e sobre as consequências do exercício ilegal da profissão, que caracteriza crime.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *