Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manchete

Alberto Neto se contradiz, ‘rasga o verbo’ em defesa de Bolsonaro e do decreto que prejudica a ZFM

O deputado falou sobre uma proposta de Lei que, segundo ele, garante a competitividade da Zona Franca de Manaus.
Foto: Divulgação

Durante entrevista para o programa Meio Dia, da rádio Onda Digital, o deputado federal Alberto Neto (Republicanos) defendeu os interesses do presidente Bolsonaro (PL) sobre o decreto que prejudica a Zona Franca de Manaus (ZFM), afirmou que preciso reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) mesmo que prejudique a Zona Franca. “Bolsonaro é o presidente do país”.

Alberto Neto disse que como líder do governo tem a obrigação de manter o diálogo em busca de uma solução. “Estão vindo novas medidas compensatórias, mas, nós precisamos reduzir sim o imposto”, frisou o parlamentar.
Alberto Neto, que não assinou a petição da bancada amazonense contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro disse que é preciso discutir para que a Zona Franca de Manaus mantenha a competitividade, no entanto, o deputado ressalta que é preciso manter a redução do IPI em 35%.

“Sou vice-líder. Quem é da base não vaia e sim, busca soluções. Minha obrigação como base é buscar e diálogo e a solução para o problema”, disse.

Lei que Bolsonaro na quer

O deputado falou sobre uma proposta de Lei que, segundo ele, garante a competitividade da Zona Franca de Manaus. “Qualquer alteração no IPI que envolva a competitividade da ZFM terá que ser consultada, levando em consideração que a Zona Franca está na Constituição. O projeto da segurança jurídica”, afirmou o parlamentar.
No entanto, mesmo após dizer que como líder a obrigação é levantar o diálogo, o parlamentar acaba se contradizendo ao apresentar o projeto sem conversar com o governo Bolsonaro. Vale lembrar que a proposta é algo que o governo federal não ver com bons olhos.

Questionado sobre a aceitação por parte do governo Bolsonaro a proposta direcionado a ZFM, isso, sem dialogar com o presidente, Alberto Neto afirma que é do Amazonas e a ideia é buscar uma solução.
“Sou deputado federal do Amazonas, e, muitas das vezes, nesses confrontos políticos, nossa posição sempre vai ser a favor do Estado”, salientou o deputado.

.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dez − oito =