Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Dia a Dia

População do interior do Amazonas deve ficar alerta ao consumo de água contaminada

A água consumida pela maior parte da população de São Gabriel da Cachoeira (a 856 quilômetros de Manaus) é coletada por bombas no Rio Negro e distribuída diretamente para as casas sem nenhum tipo de tratamento. Em Pauini (925 quilômetros da capital), o sistema de abastecimento como principal fonte um igarapé com grandes indicações de contaminação por materiais poluentes.

Este é um panorama do sistema de abastecimento de água no interior do Amazonas, elaborado e apresentado pelo deputado estadual Sidney Leite, na manhã de ontem (5) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), ao entregar à Casa quatro projetos e 30 requerimentos a serem encaminhados ao Governo do Estado, solicitando uma série de ações nas áreas de infraestrutura, saúde e educação entre outros segmentos.

“Esta é a situação do abastecimento de água nos municípios que ainda tem rede de distribuição. Em outros como Benjamin Constant e Tabatinga, grande parte dos moradores ficam sem água porque não existem os canos até suas as casas”, alertou o parlamentar.

Além dos requerimentos solicitando ação imediatas nestes municípios, Sidney Leite também requereu junto ao Governo do Estado, recursos para a recuperação do sistema viário em 19 municípios do interior.

Ainda na área da infraestrutura, o deputado solicitou recursos para projetos destinados a manutenção e aparelhamento imediato das unidades de saúde indígenas em todo o Estado.

Idoso

Na área social, o principal destaque dos projetos apresentados pelo deputado Sidney Leite é a criação do “Selo Amigo do Idoso”, destinado a avaliar e atestar a qualidade dos serviços prestados por entidades públicas e privadas, no atendimento das pessoas da melhor idade.

“É importante que o Estado crie uma padronização de todas as atividades voltadas para o idoso para assegurar a qualidade e a segurança em casas de repouso, asilos e centros de convivência para as pessoas com mais de 65 anos”, explicou o parlamentar.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + treze =