Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Política

Manicoreenses festejam possibilidade de ex-prefeito Lúcio Flávio disputar uma vaga de deputado estadual nas eleições de 2018

Lúcio Flávio

O ex-prefeito de Manicoré, município distante á 332 quilômetros de Manaus, Lúcio Flávio (PV), vem se destacando na disputa eleitoral deste ano. O nome do ex-prefeito vem sendo bastante comentado nas redes sociais e no meio político. O ex-gestor deve ser a aposta municipalista para concorrer a uma das vagas na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM). Lúcio Flávio, que também comandou a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), vem ganhando o grito popular dos prefeitos do interior do Estado. No município de Manicoré, cidade de Lúcio Flávio, os manicoreenses não falam em o outro assunto.

Já declarado pré-candidato a uma das vagas do Legislativo Estadual pelo Partido Verde (PV), o ex-prefeito de Manicoré foi considerado um dos melhores prefeitos do interior do Estado em 2015, com uma gestão transparente e voltada para á atenção básica.

Nas eleições de 2012, ele conquistou o executivo municipal de Manicoré com 51,44% dos votos válidos, um montante de 9.651 mil votos recebidos.

ADS

Durante a gestão na ADS, Lúcio Flávio assumiu a responsabilidade de levar programas para o interior do Estado. Uma das principais bandeiras levantadas pelo ex-diretor da ADS, foi ampliar os Programas de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), e o Mobiliário Escolar (Promoves).

Nas primeiras semanas de gestão, o ex-prefeito conseguiu articular junto a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e com parcerias de prefeituras municipais, um orçamento de R$ 30 milhões para a elaboração dos trabalhos desenvolvidos pela ADS.

“Sou formado em engenharia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e percebi nesses dois programas, a oportunidade de grande alcance social, com relativa geração de emprego e renda, tanto na capital, quanto no interior”, disse Lúcio Flávio.

O ex-prefeito destacou a importância em ampliar a cadeia produtiva direcionada à política de subvenção da Malta, Julta e Borracha. Como exemplo de desenvolvimento social e econômico, Lúcio Flávio destacou o município de Barcelos, grande produtor de piaçava.

“A nossa proposta sempre foi ampliar a produção e outros municípios, garantindo oportunidades também para o pequeno produtor”, ressaltou o ex-diretor da ADS.

Carreata

A nomeação de Lúcio Flavio na ADS foi exaltada pela população de Manicoré, que viram no ex-prefeito, a representatividade de um conterrâneo assumindo um cargo de responsabilidade dentro do Executivo Estadual. O ex-prefeito é tão querido pela população, que toda vez que visita o município, é recebido em carreata.

“Quanto orgulho o povo de Manicoré sente nesse momento, pela escolha desse filho da terra, Lúcio Flávio. Esperamos poder contar com o apoio necessário para nosso estado e município e principalmente essa aproximação junto ao novo governador eleito pelo povo Amazonino Mendes que no momento se encontra fazendo o impossível para mesmo com dificuldade trabalhar e satisfazer a vontade do povo que o elegeu”, declarou João Soares, comerciante do município de Manicoré.

Gestão

Durante a gestão de prefeito, Lúcio Flávio investiu no sistema de saúde do município, inclusive, com a qualificação dos profissionais que atuavam na área.

Em todos os setores houve treinamento:

• Recepção – 100% das colaboradoras não sabiam utilizar o computador, todas participaram com antecedência de curso de informática básica e avançada por seis meses, além de formação continuada de humanização no atendimento, técnicas de abordagem telefônica, classificação de risco, etc.

• Ambulância – participaram dos cursos de humanização no atendimento, técnicas de remoção de pacientes lesionados e curso básico de mecânica.

• Laboratório – O setor não dispunha de técnicos em Analises Clinicas, hoje 60% do corpo são técnicos, além de participarem de cursos de BASILOSCOPIA, LEISHMANIOSE e informática básica.

• RX e Mamografia – nos dois setores não dispunha de técnico em radiologia, hoje 50% são técnicos, além de terem participado do curso de digitalização, posicionamento e interpretação das imagens, curso de informática básica para manusear com segurança os equipamentos da sala de digitalização, capacitação sobre ética profissional, características de um assédio sexual.

• Farmácia e Almoxarifado – Os setores não eram informatizados não havia controle de estoque, dispensação de medicamento de uso geral e controlado. Todos os colaboradores realizaram cursos de informática básica, almoxarife, controle de estoque e segurança do paciente.

• Eletrocardiograma e SISREG – Havia apenas uma colaboradora treinada, treinamos mais duas colaboradoras, no Hospital Universitário Francisca Mendes e na Central de Regulação em Manaus, além de informática básica.

• Serviços Gerais e Lavanderia – 100% dos colaboradores foram capacitados sobre a Gestão de Risco dos Resíduos Sólidos em Saúde, classificações, manejo e armazenamento; Utilização dos EPIs; atendimento humanizado; ética profissional. Neste setor há a maior rotatividade da Unidade, além disso, 90% são analfabetos funcionais.

• Cozinha – mensalmente a Nutricionista realiza dinâmicas e treinamentos sobre os cuidados de manipulação de alimentos, técnicas de identificação de pacientes Diabéticos e Hipertenções.

• SAME – No setor não realizava cobrança de faturamento na Unidade, realizava apenas a estatística, treinamos cinco colaboradores, treinamento este feito nos Hospitais João Lucio, 28 de Agosto e Central de Regulação em Manaus, por 30 dias; informática básica e avançada, neste setor não havia computador apenas máquinas de datilografia.

• Técnicos de Enfermagem – Essa categoria é a mais numerosa, foram capacitados (as) em: diluição de medicamentos, classificação de risco, humanização no atendimento, punção, preenchimento de partograma, técnicas de reanimação, instrumentalização, gestão de risco dos resíduos sólidos em saúde, ética profissional. O objetivo é ter profissionais preparados e capacitados para assumir outros setores quando necessário.
Investimento na educação.

• Valorização dos professores
• Regionalização da merenda escolar
• Melhores transportes escolares
• Capacitação dos servidores
• Escolas de qualidade
• Alfabetização com qualidade
• Creches para a crianças

O município passou por uma onda de infraestrutura, ganhou calçadas, pavimentação, drenagem, arborização, reformas e ampliações de centros sociais e comunitários, reformas de praças e ambientes sociais.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 14 =