Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manaus,

Dia a Dia

Zinho defende permanência de meio-campistas veterano na Seleção Brasileira: “Não abriria mão”

No programa “ESPN FC”, o ex-jogador e comentarista Zinhoressaltou a importância de Casemiro para a equipe nacional.

A Seleção Brasileira enfrentou uma série de testes significativos durante a primeira Data Fifa de 2024, deixando uma forte impressão mesmo diante de desfalques importantes.

Sob a orientação de Dorival Júnior, o escrete canarinho demonstrou sua capacidade de superação ao conquistar uma vitória contra a Inglaterra e um empate emocionante contra a Espanha.

Apesar das ausências de jogadores-chave como Casemiro, Alisson, Ederson, Gabriel Martinelli e Neymar, devido a lesões, a equipe brasileira mostrou-se coesa e determinada, aproveitando a oportunidade para explorar o potencial de seus talentos emergentes.

No programa “ESPN FC”, o ex-jogador e comentarista Zinhoressaltou a importância de Casemiro para a equipe nacional. Ele enfatizou as qualidades de liderança, vitalidade e respeito que o volante do Manchester United traz para o grupo, destacando sua influência como capitão da seleção.

Nome importante na equipe

Apesar das boas performances dos meio-campistas nos amistosos, Zinho enfatizou que ainda é cedo para abrir mão de Casemiro, reconhecendo sua relevância como peça-chave no esquema de jogo da Seleção Brasileira.

“Eu não abriria mão do Casemiro ainda não. É um cara importante, tem liderança, vitalidade, um cara que tem peso na seleção brasileira, respeitado mundialmente, líder, capitão. Ainda é muito útil. Agora abrir mão dessa safra nova, nem pensar, alguém vai ficar de fora, não dá pra convocar todos”, afirmou Zinho.

Com Casemiro lesionado juntamente com outros jogadores, a equipe enfrentará o desafio de se reorganizar e se preparar para os próximos compromissos, incluindo um confronto agendado contra o México.

Dorival Júnior terá a missão de equilibrar a experiência dos veteranos com o potencial dos novos talentos, buscando construir uma equipe competitiva e coesa para os desafios que virão, incluindo a Copa América.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *