Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Início

Votação na Assembleia Legislativa é suspensa por falta de quórum 

A votação teve que ser suspensa por 10 minutos para que os deputados retornassem, mas sem sucesso, até o presidente David Almeida decidir encerrar e anunciar a votação para próxima quarta-feira.

Da redação 

 

 

Por falta de quórum, o projeto de lei de nº 48/2017 que concede a isenção de Imposto sobre operações relativas à Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) para mototaxistas que conduzem motocicletas de 125 até 300 cilindradas, de autoria do deputado Dermilson Chagas (PP), será votado na quarta-feira (29) na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam).

Como de costume, o pequeno expediente iniciou por volta de 09h00 no plenário Belarmino Lins. E no decorrer da sessão, o painel de presença informava que 17 deputados estavam presentes. Porém, ao iniciar a votação, apenas 11 permaneceram: Abdala Fraxe (Podemos), Alessandra Campelo (PMDB), Cabo Maciel (PR), Carlos Alberto (PRB), David Almeida (PSB), Dermilson Chagas (PP), Francisco Souza (Podemos), José Ricardo (PT), Luiz Castro (REDE), Serafim Corrêa (PSB) e Sinésio Campos (PT).

A votação teve que ser suspensa por 10 minutos para que os deputados retornassem, mas sem sucesso, até o presidente David Almeida decidir encerrar e anunciar a votação para próxima quarta-feira. Os mototaxistas que estavam presentes repudiaram a saída dos deputados e prometeram comparecer na semana que vem.

O deputado Dermilson Chagas lamentou o ocorrido, pois prejudica a categoria que espera tanto pelo beneficio da isenção do ICMS. “Atitude como essa, tira a esperança das pessoas. Todo mundo estava aqui esperando um resultado positivo para uma categoria que está de fora e que precisa desse apoio, acontece isso”, lamentou.

Além do projeto da isenção do ICMS, outros dois PLs de Dermilson não foram votados que são os de nº 25/2016 que Institui o parcelamento do pagamento referente ao imposto sobre propriedade de veículo automotor (IPVA), no Estado do Amazonas e o de nº 202/2017 que cria a Política Estadual de Meliponicultura (abelha sem ferrão). “Agora vamos aguardar a próxima semana e se Deus quiser, vamos votar e aprovar esses projetos que só beneficiam a população do nosso Amazonas”, disse.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14 − 4 =