Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Veículos e motores

Toda a beleza do eletrizante Peugeot e-208 GT

Modelo 100% elétrico tem preço a partir de R$ 278.990,00 e autonomia de até 340 quilômetros
Fotos: Divulgação

O Em Pauta Online teve a oportunidade de conhecer e avaliar nessa semana um dos modelos 100% elétricos mais bonitos disponível no Brasil: o Peugeot e-208 GT, que tem preço a partir de R$ 276.990,00.

O e-208 GT, como se verifica, não se trata de um projeto original para ser 100% elétrico, como os Renault ZOE ou o Nissan LEAF, como exemplos. Foi aproveitado de forma muito inteligente o 208 convencional, que apresenta um belo design.

O modelo é importado da Eslováquia, vem equipado com motor que entrega 260 Nm de torque imediatos, 136 cavalos potência, acelera de 0 a 100km/h em apenas 8,3 segundos e tem autonomia de até 340 quilômetros com a carga completa.

Há três modos de condução disponíveis: “Eco”, com foco na otimização da autonomia; “Drive”, indicado para garantir o conforto ideal nos deslocamentos do dia a dia; e “Sport”, que prioriza o desempenho, utilizando-se da potência e torque máximos.

O câmbio dispõe de cinco modos de seleção: P (Park – estacionamento), D (Drive), N (Neutro), R (Ré) e B Mode. Este último atua de modo a garantir regeneração da bateria, otimizando a autonomia do veículo. O condutor pode escolher entre moderado, para sensações semelhantes às de um veículo a combustão, e aumentado, para uma desaceleração controlada pelo pedal do acelerador.

O Peugeot e-208 GT pode ser carregado em tomadas convencionais do tipo residenciais ou em carregadores rápidos por meio de um plug presente no mesmo local de abastecimento da versão a combustão.

O sistema é composto por um plug Type 2, para corrente alternada (AC), e plug CCS-2, para corrente contínua (DC). O carregamento começa imediatamente após a conexão do cabo, e o usuário acompanha o status a partir das luzes indicativas de recarga: branca indica abertura para conexão do plug; verde piscante indica em carregamento e fixo indica carga completa e vermelha indica anomalia ou problema na recarga. Para soltar o plug, basta destravar as portas do veículo.

O modelo pode ter 80% da bateria carregada em menos de 30 minutos, caso o usuário utilize uma estação de recarga de 100 kW. Isto, na prática, significa recuperar cerca de 270 quilômetros de autonomia. Os dados de utilização e consumo da bateria e do powertrain elétrico são ilustrados no painel.

Em razão do Peugeot e-208 GT é utilizar a mesma plataforma das outras versões do 208, ele dispõe dos itens de segurança e de assistência à condução das versões com motorização a combustão.

Isso quer dizer, por exemplo, que mesmo com uma bateria de 220 litros de densidade acoplada debaixo do piso do veículo, a arquitetura da plataforma do e-208 GT permite manter o mesmo volume de 311 litros de porta-malas e espaço frontal e traseiro dos ocupantes idênticos aos da versão a combustão.

Essa vantagem, porém, trouxe também uma necessidade de adaptação extra para o modelo rodar com plena segurança no Brasil. Foram necessárias alterações com reforços específicos para as nossas condições topográficas, climáticas e, principalmente, de pavimentação.

Uma delas é o pacote para proteção da bateria, com aplicação de chapas metálicas ao invés de plásticas em toda a região do assoalho e também na área abaixo do cofre.

As bandejas de suspensão do e-208 GT ganharam reforços, assim como os pneus, que também tiveram as medidas mantidas, mas aqui são do tipo run flat.

O sistema de fixação da bateria de 12 volts também foi levado em conta e recebeu adaptação para garantir um funcionamento perfeito e seguro em nosso País, assim como o sistema de climatização, que sofreu ajustes para obtenção do máximo desempenho térmico mesmo em situações de elevada temperatura ambiente, ampliando o nível de conforto a bordo do veículo.

Confira um vídeo com o Peugeot e-208 GT em https://youtu.be/9ivT8OWYzSo

 

 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 − dez =