Susam é investigada por não fornecer fraldas para idosos e comida para deficientes internados

Susam é investigada por não fornecer fraldas para idosos e comida para deficientes internados

Da Redação 


O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um Inquérito Civil (IC) nesta segunda-feira (7), para apurar a ausência de fornecimento de fraldas para idosos e de alimentação especial para pessoas com deficiência que se alimentam por sonda pela Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam).

O documento é assinado pela procuradora da República Bruna Menezes da Silva, que considerou a existência do Procedimento Preparatório nº 1.13.000.002625/2018-30 autuado para apurar a ausência de fornecimento de fraldas para idosos e de alimentação especial para pessoas com deficiência que se alimentam por sonda pela Susam.

Segundo a procuradora, as respostas até o momento apresentadas pela Susam indicam que até o mês de maio faltavam diversos itens relacionados a nutrição enteral na Central de Medicamentos (Cema).

A procuradora considerou ainda, a ausência de esclarecimentos por parte da Susam em relação a possíveis medidas para saneamento do problema.
Bruna Menezes considerou, ainda, o impacto que os produtos podem provocar no atendimento de pacientes que precisam dos insumos.