Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manchete

Sem transparência de gastos, Tefé já recebeu mais de R$ 53,6 milhões de Fundeb em 2022

Os dados podem ser confirmados no site do Tesouro Nacional, das transferências constitucionais.
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Tefé, distante 522 quilômetros de Manaus, já recebeu mais de R$ 53,63 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), somente no ano de 2022.

Os dados podem ser confirmados no site do Tesouro Nacional, das transferências constitucionais.

Tefé está entre os municípios que não transmitiram os gastos do Fundeb ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos da Educação (Siope), sistema integrado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O recurso

O Fundeb é um Fundo especial, de natureza contábil e de âmbito estadual (um total de vinte e sete Fundos), composto por recursos provenientes de impostos e das transferências dos Estados, Distrito Federal e Municípios vinculados à educação, mas, em 2021, professores de Tefé denunciaram a falta do repasse para categoria.

O Fundeb foi instituído como instrumento permanente de financiamento da educação pública por meio da Emenda Constitucional n° 108, de 27 de agosto de 2020, e encontra-se regulamentado pela Lei nº 14.113, de 25 de dezembro de 2020.

Independentemente da fonte de origem dos valores que compõem o Fundo, todo o recurso gerado é redistribuído para aplicação exclusiva na manutenção e no desenvolvimento da educação básica pública, bem como na valorização dos profissionais da educação, incluída sua condigna remuneração.

Fundo

A contribuição da União neste novo Fundeb sofrerá um aumento gradativo, até atingir o percentual de 23% (vinte e três por cento) dos recursos que formarão o Fundo em 2026. Passará de 10% (dez por cento), do modelo do extinto Fundeb, cuja vigência se encerrou em 31 de dezembro de 2020, para 12% (doze por cento) em 2021; em seguida, para 15% (quinze por cento) em 2022; 17% (dezessete por cento) em 2023; 19% (dezenove por cento) em 2024; 21% (vinte e um por cento) em 2025; até alcançar 23% (vinte e três por cento) em 2026.

Os investimentos realizados pelos governos dos Estados, Distrito Federal e Municípios e o cumprimento dos limites legais da aplicação dos recursos do Fundeb são monitorados por meio das informações declaradas no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), disponível no sítio do FNDE, no endereço eletrônico: http://www.fnde.gov.br/fnde_sistemas/siope.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze + dezesseis =