Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Política

Reforma Tributária: Por determinação de Wilson Lima, Pauderney Avelino se encontra com Alckmin para tratar sobre incentivos à ZFM

No encontro foram discutidos pontos importantes para a preservação do modelo econômico mais exitoso do estado
Foto: Divulgação/Secom

Pauderney Avelino, confirmado para comandar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), foi à Brasília, nesta sexta-feira (20/01), e se reuniu com o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), para tratar sobre o futuro da Zona Franca de Manaus (ZFM) no atual cenário econômico. O vice-presidente afirmou que o Governo Federal não pretende adotar medidas que prejudiquem setores da economia nacional.

O governador Wilson Lima ressaltou que é por meio da isenção do IPI praticada na ZFM que são mantidos mais de 100 mil empregos diretos nas indústrias instaladas na capital amazonense, e a proteção da Zona Franca de Manaus está na pauta constante de prioridade do Governo do Amazonas.

Wilson defende que o modelo econômico, previsto na Constituição Brasileira, preserva a floresta amazônica, enquanto desenvolve economicamente a região. “A Zona Franca é necessária para o desenvolvimento regional e um dos mais eficazes modelos de desenvolvimento econômico, social e proteção da floresta. Nós precisamos garantir a competitividade e, sobretudo, manter os empregos que são gerados no Polo Industrial de Manaus (PIM). Nós estamos falando de mais de 600 indústrias de alta tecnologia, que geram mais de 100 mil empregos diretos. E mais de meio milhão de empregos, diretos e indiretos, principalmente nos segmentos eletroeletrônico, bens de informática e duas rodas”.

Na reunião, realizada na sede do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), foram discutidas questões como o fim do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) no Polo Industrial de Manaus com a implementação da Reforma Tributária. Após a reunião, Pauderney afirmou que não há nada definido quanto a questão, e que as articulações sobre o futuro da Zona Franca de Manaus, no que diz respeito à Reforma Tributária, serão construídas juntamente com o Governo Federal.

“Obviamente que o vice-presidente Alckmin sabe que, para andar uma reforma tributária no país, precisa ter um convencimento e a busca para solucionar os entraves, sejam estes empresariais, setoriais ou em segmentos da economia. Nós precisamos reindustrializar o Brasil, que está sendo desindustrializado”, afirmou o secretário da Sedecti, que também tratará o assunto com os chefes do Ministério da Fazenda e da Receita Federal, Fernando Haddad e Robinson Barreirinhas.

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, destacou a importância do Polo Industrial do Manaus e a alegria em poder contar com Pauderney nas articulações sobre o setor industrial do Amazonas.

“Conversamos bastante sobre a geração de empregos, desenvolvimento e a indústria amazonense, que é importantíssima, com mais de cem mil empregos diretos e com uma indústria que só agrega valores para o nosso país. Quanto à Reforma Tributária, ela tem o objetivo de simplificação e deve ser neutra, sem prejudicar setores”, afirmou Alckmin.

 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *