Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Política

PT e PP negociam aliança que pode virar relação entre Lula e agro na eleição

A aliança com os petistas tem o aval do comando nacional do PP e passa pelo ex-governador e produtor rural Blairo Maggi (PP), que é amigo de Geller e tem um histórico de boa relação com o ex-presidente Lula.
Foto: Divulgação

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) – Um dos principais líderes da bancada ruralista, o deputado federal Neri Geller (PP) negocia uma aliança com o PT em Mato Grosso e pode atuar como ponte entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e setor do agronegócio.

Geller, que é empresário e produtor rural, definiu que será candidato ao Senado e articula o apoio da federação entre PT, PV e PC do B. Em contrapartida, pode liderar o palanque de Lula em um estado com economia ancorada na agropecuária e viés bolsonarista.

“Eu estou conversando com as lideranças do PT e encaminhando uma aliança no estado. Sempre fui um parlamentar de diálogo, converso com a direita, com a esquerda e com o centro. Não teria dificuldade em caminhar junto”, afirmou o deputado à reportagem.

A aliança com os petistas tem o aval do comando nacional do PP e passa pelo ex-governador e produtor rural Blairo Maggi (PP), que é amigo de Geller e tem um histórico de boa relação com o ex-presidente Lula.

Além do PT, devem se unir a Neri Geller o MDB do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e o PSD do senador Carlos Fávaro. Também há negociações em curso para um possível apoio do PSDB e Cidadania.

Apesar de alinhado às pautas do presidente Jair Bolsonaro (PL) em seu mandato na Câmara dos Deputados, Geller já teve relação próxima com o PT e chegou a ocupar o Ministério da Agricultura por oito meses em 2014, no governo da então presidente Dilma Rousseff.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito − 8 =