Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Economia

Produção de grãos no Amazonas pode chegar a 32 mil toneladas

Segundo o documento, esta variação positiva reflete uma maior área de plantio da oleaginosa. Os agricultores têm optado pelo grão devido à maior liquidez e à possibilidade de melhor rentabilidade em relação a outras culturas.

Da redação 

A produção amazonense de grãos pode chegar a 32 mil toneladas na safra 2018/19, um aumento de cerca de 6% se comparada com a colheita passada. Esse acréscimo é impulsionado pela soja que deve chegar a registrar uma produção de até 5,6 mil toneladas. Os dados estão no 1º Levantamento da Safra de Grãos divulgado nesta quinta-feira (11) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Segundo o documento, esta variação positiva reflete uma maior área de plantio da oleaginosa. Os agricultores têm optado pelo grão devido à maior liquidez e à possibilidade de melhor rentabilidade em relação a outras culturas. Além disso, a facilidade de escoamento, por meio de hidrovias, faz com que os produtores sintam-se estimulados a continuar apostando na soja.

A produção de milho tende a se manter estável, apresentando uma ligeira queda de 400 toneladas, chegando a uma colheita de 20,3 mil toneladas. Por outro lado, arroz e feijão devem registrar queda na área plantada. Enquanto para a cultura do arroz também está prevista queda na produtividade e consequentemente na produção, o feijão plantado no estado amazonense pode apresentar uma boa relação de colheita por hectare. O aumento previsto de 14,4% na produtividade compensa a menor área plantada, podendo chegar a uma produção de 3,2 mil toneladas.

Outras informações do 1º Levantamento – Safra 2018/19, com os dados da produção em todo o país, estão disponíveis no site da Conab.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 19 =