Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manchete

Primeira reunião da Associação de Parteiras Tradicionais do Amazonas acontece na Fiocruz Amazônia

O objetivo da associação é a valorização e o fortalecimento das práticas tradicionais e populares das parteiras no Amazonas.

Da Redação 

Nos dias 20 e 21 de setembro, parteiras tradicionais e indígenas do Amazonas se reúnem na primeira reunião da Associação de Parteiras Tradicionais do Estado do Amazonas, que tem como nome Algodão Roxo por ser uma das plantas mais utilizadas pelas parteiras. O encontro acontece no auditório do Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz Amazônia), das 9h às 17h.

A reunião dará continuidade às atividades para o registro da comissão responsável pela associação e definir os próximos passos da pentidade para a valorização e o fortalecimento das práticas tradicionais e populares das parteiras no Amazonas.

A associação nasceu durante a 1ª Mostra de Parteiras Tradicionais da Amazônia realizada no 13º Congresso Internacional da Rede Unida, em Manaus, no mês de junho deste ano e faz parte do projeto “Redes vivas e práticas populares de saúde: conhecimento tradicional das parteiras e a educação permanente em saúde para o fortalecimento da rede de atenção à saúde da mulher no Estado do Amazonas”, que está sendo desenvolvido pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazonas), por meio do Laboratório de História, Políticas e Saúde na Amazônia (Lahpsa), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) e apoio financeiro do Ministério da Saúde (MS).

O projeto tem como área de abrangência 9 regiões do Amazonas, já reuniu mais de 130 parteiras tradicionais e indígenas em nove Oficinas de Troca de Saberes realizadas em Manaus, Lindoia, Tefé, Maués, Parintins, Tabatinga, Nova Olinda do Norte e Borba. A próxima oficina acontecerá no mês de outubro no município de Lábrea.

SERVIÇO

O que: Primeira reunião da Associação das Parteiras Tradicionais do Amazonas
Quando: 20 e 21 de setembro (quinta e sexta)
Horário: 09h às 17h
Onde: Auditório Fiocruz Amazônia, Rua Terezina, 476, Adrianópolis.

 

Foto: Divulgação 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 4 =