Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manaus,

Dia a Dia

Prefeitura de Manaus mantém vigilância 24 horas e trabalho coordenado de secretarias para atendimento de emergências durante fortes chuvas

E a partir do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), uma espécie de centro de vigilância da Prefeitura de Manaus, todas estão alinhadas para o mais breve atendimento dos casos.
Fotos – Márcio Melo / Seminf 

As secretarias municipais de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg), por intermédio da Defesa Civil; Infraestrutura (Seminf) e de Assistência Social e Cidadania (Semasc) estão em alerta 24 horas para as emergências decorrentes das fortes chuvas, comuns neste período do ano. E a partir do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), uma espécie de centro de vigilância da Prefeitura de Manaus, todas estão alinhadas para o mais breve atendimento dos casos.

O coordenador da Central 199, da Defesa Civil, Cristiano Lira, informa que o órgão atuou, nas últimas 24 horas, em mais de 40 ocorrências.

“O alto índice pluviométrico resultou em um acúmulo de água no solo, causando deslizamentos na cidade, tendo como as zonas mais afetadas, a Norte e Leste. As principais ocorrências foram encaminhadas para as secretarias municipais de Assistência Social e Infraestrutura, para que as famílias recebam o melhor atendimento e a rápida solução”, destacou o coordenador.

Nesta segunda e terça-feiras, dias 20 e 21/1, por exemplo, a Seminf iniciou trabalhos emergenciais em ao menos dois casos, em paralelo às obras de reconstrução da passagem de igarapé sob trecho da avenida Djalma Batista. No bairro da Paz, na zona Centro-Oeste, a Seminf começou a desassorear o igarapé da Paz, que quando transborda, alaga casas construídas às margens do mesmo.

“A área foi negligenciada pelas antigas gestões, mas está sendo priorizada pela administração do prefeito David Almeida, que determinou que façamos uma grande intervenção em parceria com a Defesa Civil, com o Instituto de Planejamento Urbano (Implurb) e com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), para garantir a segurança das famílias que residem aqui e que sofrem tanto com essa situação de risco”, salientou o secretário de Obras, Renato Junior.

Em outra frente de trabalho, iniciada nesta terça-feira, 21, a Seminf começou o processo de contenção de trecho da avenida Torquato Tapajós, próximo à ponte Wilson Walter Filho, localizado no bairro Flores, zona Centro-Sul. Com as fortes chuvas dos últimos dias, a correnteza do igarapé levou parte da margem da via, colocando em risco de desabamento o poste da rede elétrica.

Neste ano, a Defesa Civil já registrou 427 ocorrências, a maioria relacionada a casas construídas em áreas de risco, negligenciadas por gestões passadas. Os casos de alagamentos também são comuns em dias de chuvas com intensidades acima da média, mas com o trabalho da Prefeitura de Manaus, de desassoreamento e limpeza de igarapés, construção e recuperação de drenagens profundas e superficiais e o desentupimento de bueiros, esses têm sido em menor quantidade. A contenção de encostas na atual gestão também tem evitado tragédias.

Texto – Hudson Braga / Semcom

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =