Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Início

MPE pede impugnação de registro de candidatura de Abdala Fraxe

Nas eleições suplementares Abdala teve registro de candidatura impugnado, por se enquadrar na Lei da Ficha Lima.

Da redação


O Ministério Público Eleitoral (MPE), ingressou nesta segunda-feira, 20, com pedido de impugnação de registro de candidatura do deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos). O parlamentar busca a reeleição para à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM).

Conforme a decisão do MPE, Abdala Fraxe doi condenado criminalmente pela Justiça Federal, nos autos do processo nº 2003.32.00.001896-0, com decisão confirmada por órgão colegiado.

Em 2017, durante o processo de eleições suplementares no Amazonas, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), decidiu pela impugnação do registro de candidatura de Abdala Fraxe, ele concorria a vice-governador na chapa de Rebecca Garcia (PP). O Ministério Público Eleitoral entendeu que o candidato se enquadra na Lei da Ficha Limpa por já ter sido condenado por formação de cartel.

Além de Abdala, o órgão ministerial pediu a impugnação do registro de candidatura da ex-presidente da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), pelo motivo, é o fato de ela ter as contas relativas ao exercício de 2014 rejeitadas por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa, em decisão definitiva e irrecorrível do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 + 17 =