Ministro que mandou soltar Adail Filho libera presidente da Câmara de Coari

Ministro que mandou soltar Adail Filho libera presidente da Câmara de Coari

Por Alessandra Aline Martins

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) autoriza soltura do prefeito de Coari (a 363 quilômetros de Manaus) Adail Filho, que estava preso no Batalhão de Choque da Polícia Militar, suspeito de desviar 100 milhões da educação do município. Depois do STJ liberar o prefeito, o ministro Rogério Cruz dar o parecer, nesta sexta-feira (04/10), para a liberdade do presidente da Câmara Municipal, Keitton Pinheiro.

As investigações foram iniciadas após delação premiada sobre o “mensalinho” que ocorria na Câmara dos Vereadores do município. Entre os delitos, foram constatadas fraude em licitações, com direcionamento do resultado para empresas “apadrinhadas” por pessoas ligadas ao prefeito; retenção de pagamentos de fornecedores de serviços; e apropriação indevida de recursos do Fundo de Educação Básica (Fundeb), onde os agentes públicos se enriqueciam, inclusive, com viagens à Europa.

De acordo com a CGU, além do prejuízo ao erário, o desvio praticado em Coari tem potencial impacto no desenvolvimento dos alunos do município, que possui 130 escolas com 12.346 alunos.

Foto: Divulgação