Mesmo com a pandemia da Covid-19, Normando resolve demitir funcionários

Mesmo com a pandemia da Covid-19, Normando resolve demitir funcionários

Por Alessandra Aline Martins

Enquanto muito se fala em ajudar o próximo, o prefeito de Tefé (522 quilômetros de Manaus), Normando Bessa (PP), resolveu surpreender a todos com determinações que levam a demissões em e realocação de funcionários que se profissionalizam em Manaus, trabalhando na Casa de Apoio. Quando outros gestores se doam para ajudar as famílias carentes que passam fome por falta de oportunidades de emprego, devido a pandemia da Covid-19 (Coronavírus), Normando resolveu demitir seus funcionários. A informações chegou ao EM PAUTA nesta segunda-feira (6).

Nas relações de demitidos estão, supostamente, funcionários que foram diagnosticados com o Coronavírus (Covid-19) e estavam se recuperando isolados em casa. As demissões e relocações teriam sidas autorizadas pelo prefeito de Tefé.

Uma pessoa que não quis se identificar, por causa de ameaças políticas, disse que estava trabalhando na Casa de Apoio de Tefé em Manaus, e soube que estava sendo realocada por causa de simpatizar pelo candidato oposto ao governo atual. ”Vou ter que buscar outros recursos, porque ainda estou estudando em Manaus e não posso voltar agora para Tefé”, desabafou.

Ainda destacou que quando o prefeito realizava reuniões na casa de Apoio pedia para recolher os celulares dos funcionários para não vazar informações do local. “Mesmo a pessoa sendo concursada, não existe paz no trabalho, pois são constantes as ameaças e perseguições políticas”, ressaltou ao falar com a reportagem do Em Pauta Online.

Indignação

O ex-prefeito de Tefé, Sidônio Trindade Gonçalves (PSD), divulgou na sua rede social, Facebook, a indignação pela situação que está acontecendo na Cidade e com os funcionários que foram realocados. “No momento em que a população vem passando por grandes dificuldades por conta dessa pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de Tefé promove diversas demissões, algumas, com justificativa de serem simpatizantes de outros pretensos candidatos, em uma grande demonstração de perseguição política. Até quando vamos ver isso minha gente”, destacou.

Sidônio também se pronunciou sobre a Gestão pública que o atual prefeito está realizando, entre os trabalhos desenvolvidos sem pensar na população trabalhadora, a construção de praças realizadas por Normando, no qual fez a retirada de vendedores do local. “Gestão Pública é olhar para as pessoas, para os que mais necessitam. Gestão pública não é perseguir a população e fazer o que estão fazendo, demitindo e realocando os trabalhadores da Casa de Apoio de Tefé, em Manaus. Gestão pública é respeitar o povo”.

Na publicação do ex-prefeito, os internautas comentaram a insatisfação da administração do Normando, entre eles, um destacou sobre a cidade está bonita, mas o dinheiro não circula no município. ” Não adianta a cidade ficar bonita. Se o desemprego está caindo cada vez mais. E circulação de dinheiro também. No seu tempo, circulava dinheiro de 15 em 15 dias. E agora somente por mês”, comentou.

Outro destacou que foi demitida porque a secretária de Saúde não deixou tirar tempo para cuidar da filha que estava doente e é uma pessoa com deficiência. “Nasci e me criei nessa cidade, há vinte anos sou técnica em biodiagnóstico, sou uma profissional e amo o que faço. Vem uma mulher que não sei de onde, tirar meu ganha pão, essa Marivone”, disse.

Foto: Divulgação