Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manaus,

Dia a Dia

Maior terminal público de recarga de ônibus elétricos do Brasil, projeto da Nansen, será inaugurado

A estrutura, que visa a melhoria da mobilidade do trânsito e qualidade de vida, será entregue pela Prefeitura de Salvador nesta segunda,18 de setembro
Divulgação

A Nansen, que acaba de completar 93 anos, tem muito a comemorar. O seu projeto na área de mobilidade elétrica em Salvador (BA) – o maior terminal público de recarga de ônibus elétricos do Brasil -, que integra o sistema BRT, será inaugurado pela prefeitura nesta segunda, dia 18 de setembro. A eletrificação do transporte público visa a melhoria do trânsito e mais qualidade de vida à população.

“Nesse projeto, feito em parceria com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), a obra foi executada pela Nansen, desde a infraestrutura civil para implantação do eletroterminal até a entrega da solução completa de recarga comissionada em operação. Nossa equipe de projetos se envolveu em todo o processo. “Nós daremos prosseguimento ao acompanhamento das operações por meio de nossa rede de suporte”, diz o gerente de Mobilidade Elétrica da Nansen, Flávio Pimenta.

Segundo Pimenta, a cidade contará com dez terminais de recarga para a frota de ônibus elétricos. Os equipamentos têm a capacidade de recarregar 20 veículos elétricos, simultaneamente, em até três horas e trinta minutos. “Em meio ao avanço da eletrificação veicular no país, a implantação do terminal de Salvador é uma tendência que deverá ocorrer nos principais centros urbanos do Brasil, e a Nansen está pronta para atender estas demandas”, ressalta.

A empresa, que fabrica e comercializa carregadores de veículos elétricos, fornece solução completa em infraestrutura por meio do contrato turnkey “Entrega de chave em mãos”. Dessa forma, a Nansen assume total controle dos projetos, do início ao fim. A implantação do ponto de recarga começa no ponto de conexão com a concessionária de energia, seja em alta ou média tensão, e passa pela subestação transformadora de energia, infraestrutura de baixa tensão e o fornecimento e instalação de carregadores. Além disso, são necessárias: a execução de obras civis e a implantação do software de gerenciamento de recarga.

Flávio Pimenta reforça que a Nansen atua com cobertura nacional e internacional. “Para se ter uma ideia, em outras áreas de negócios da companhia, temos contratos vigentes de fornecimento com todas as concessionárias de distribuição de energia elétrica do país. Poucas coisas têm tanta capilaridade no Brasil quanto a infraestrutura de distribuição de energia elétrica, talvez só mesmo o setor automotivo/logístico se compare. Toda essa estrutura, que a Nansen dispõe no país, está a serviço do cliente de mobilidade elétrica”, afirma.

De acordo com o gerente, a empresa é focada na qualidade de seus serviços e produtos. Não é à toa que é certificada com ISO 9001, ISO 14001 e possui laboratório certificado pela IEC 17025.

Sobre a Nansen

Fundada em 1930, a Nansen tornou-se uma das mais tradicionais fabricantes de medidores do mundo, com atendimento às concessionárias brasileiras de energia e ao mercado internacional. Hoje, ela é referência também em tecnologia e soluções completas em medição de rede elétrica inteligente (smart grid), e em infraestrutura completa de recarga para mobilidade elétrica.

Desde 2018, ano em que passou a pertencer à Sanxing Electric Co., maior produtora de medidores do mundo, a Nansen deu um salto em produtividade de medidores de energia que, atualmente, chega a 30 milhões de unidades por ano nas fábricas espalhadas pelo mundo. Hoje, a empresa atua em 50 países, dos quais 16 estão na América Latina. A Sanxing também é responsável pelo fornecimento de mais de 9000 carregadores DC para o transporte público em outros países.

Com sede em Contagem (MG), a Nansen conta com uma fábrica em Manaus (AM), inaugurada em 2021 e com capacidade para produzir carregadores veiculares, inversores e medidores de energia. Atualmente, a empresa conta com uma equipe de mil profissionais, dos quais 150 trabalham em seu escritório de origem.

 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *