Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Dia a Dia

Juíza que impediu aborto é convidada de evento do governo sobre o tema

Audiência discute o manual do Ministério da Saúde para atendimento e conduta de profissionais em casos de aborto
Foto: Divulgação

A juíza Joana Ribeiro Zimmer, que negou a realização de aborto legal a uma criança 11 anos vítima de estupro, em Santa Catarina, é uma das convidadas do Ministério da Saúde para discursar em audiência pública sobre interrupção da gravidez. O evento ocorre na manhã desta terça-feira (28/6), na sede do órgão.

O nome de Joana Ribeiro aparece na lista de convidados divulgada pela pasta. No documento, ela é identificada como juíza titular da Comarca de Tijucas, no litoral de Santa Catarina, cargo ocupado pela magistrada antes de sua transferência para outra região. Segundo o Ministério da Saúde, ela negou o convite.

A audiência discute o manual do Ministério da Saúde para atendimento e conduta de profissionais em casos de aborto. O texto recebeu críticas de grupos de ativistas e defensores da saúde materna, por anunciar que “todo aborto é um crime” e por enfatizar, em diferentes trechos, a posição “pró-vida” do governo federal.

 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × 4 =