Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Política

Governo do Amazonas instala Comitê de Resposta Rápida de forma preventiva para monitorar manifestações no estado

Órgãos estaduais, federais e municipais definiram ações imediatas para impedir possíveis atos
Fotos: Alex Pazuello

O Governo do Amazonas reuniu, neste domingo (08/01), o Comitê de Resposta Rápida, no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC), para tratar de possíveis manifestações em Manaus e no interior, como as registradas em Brasília neste domingo. Ações preventivas foram alinhadas entre órgãos de segurança estaduais, municipais e federais, além das Forças Armadas. O comitê monitora as manifestações em Manaus desde as eleições de outubro de 2022.

O policiamento também foi reforçado nas sedes dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo estadual e municipal, além da sede do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) e pontos como o Comando Militar da Amazônia (CMA) e proximidades da Refinaria Isaac Sabbá (Reman), na Estrada do Marapatá, Distrito Industrial. A medida foi prontamente tomada para evitar qualquer tentativa de bloqueio de vias estratégicas da cidade.

Coordenada pelo secretário de Segurança Pública do Amazonas, general Carlos Alberto Mansur, a reunião do Comitê traçou estratégias de prevenção a atos de vandalismo e quaisquer ações que possam causar transtornos para a população da capital e interior.

“Nós ativamos o gabinete com a presença de órgãos das três esferas, da esfera federal, do estado e também aqui do município, justamente para levantarmos ações preventivas com relação às manifestações, uma delas é o reforço da segurança das instalações públicas, dos Três Poderes”, enfatizou o general Mansur.

Interior

De acordo com o Secretário de Segurança a cidade de Manaus e o interior do estado encontram-se em estado de normalidade e a reunião foi realizada para que todos os órgãos estejam alinhados quanto aos acontecimentos. “A finalidade dessa reunião aqui é prevenção e colocar todos os órgãos em consciência situacional, para que todos saibam o que está acontecendo aqui no nosso estado e aqui na nossa cidade, até pra evitar informações erradas. A segurança pública está trabalhando como sempre, 24 horas por dia, sete dias na semana”, destacou o secretário.

Ainda na tarde deste domingo, o governador Wilson Lima repudiou veementemente os atos antidemocráticos ocorridos na Capital Federal e ressaltou que é preciso respeito à democracia, não havendo espaço para violência. E que o momento é de união e paz para que o Brasil possa avançar.

 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *