Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Dia a Dia

Giovanna Ewbank se emociona ao revelar síndrome do filho Bless; entenda a condição

A síndrome sensorial potencializa todos os sentidos do corpo humano; atriz chegou a acreditar que filho tinha autismo
Reprodução/Instagram

A atriz Giovanna Ewnbank se emocionou no seu podcast “Quem pode, pod” ao revelar um diagnóstico de saúde do seu filho Bless.

Em conversa com Fernanda Paes Leme e com o apresentador Manoel Soares, a atriz contou que o menino de oito anos tem síndrome sensorial – uma condição em que todos os sentidos são potencializados.

Giovanna chegou a acreditar, inclusive, que por se mostrar aéreo em várias situações, o filho poderia ter algum grau de autismo.

Depois de inúmeras consultas com diferentes profissionais que negaram o autismo, uma médica diagnosticou a síndrome sensorial: “Ele ouve mais que nós todos, ele sente mais, o tato, que nós todos, ele sente mais cheiro do que todos”.

A atriz, que é esposa do também ator Bruno Gagliasso, com quem tem mais dois filhos – Titi e Zyan – confessou que se sentiu culpada quando soube da condição, porque chegou a repreender e menosprezar os sinais de “alerta” que Bless demonstrava.

“Ele ouve mais que nós todos, ele sente mais, o tato, que nós todos, ele sente mais cheiro do que todos”

Giovanna contou que em certos contextos que pareciam normais, ele demonstrava um comportamento estranho: “Quando ele passava pela cozinha, falava ‘Ai que cheiro forte’, e eu falava “Para com isso, para de frescura. É só o cheiro da cebola”. Ele pisava na grama e falava ‘Me tira daqui, não quero pisar na grama’”.

Para que houvesse uma convivência adequada com a condição de Bless, a atriz explicou que foi necessário muito entendimento, observação e adaptação, tanto dela quanto do marido para entender que não era “frescura”: “Hoje o Bless vive com essa síndrome sensorial maravilhosamente bem”.

Ao final do tema, Giovanna deixou alerta para que os pais “vasculhem” e acreditem no que as crianças falam e como se expressam.

A síndrome

Embora não seja um tipo de autismo, a Transtorno do Processamento Sensorial (TPS) é também muito comum em crianças com Síndrome de Asperger. Segundo explicou a atriz e apresentadora no podcast, o filho sente aumentados os estímulos visuais, sonoros e de paladar e tato.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *