Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Dia a Dia

Esclareça suas dúvidas sobre três diferentes cursos de computação

Mesmo com um núcleo de disciplinas em comum, há características que distinguem Ciências de Computação, Engenharia de Computação e Sistemas de Informação.
Com informações da assessoria 

Ciências de Computação, Engenharia de Computação ou Sistemas de Informação? Essa dúvida costuma atormentar os estudantes que querem ingressar em um curso na área de computação. Para ajudar a compreender as características que distinguem esses três cursos, o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, elaborou um vídeo, que está disponível no Youtube, e também um infográfico (veja a seguir).

O professor Thiago Pardo, do ICMC, explicar que, nos três cursos, os alunos conhecerão um pouco sobre todas as áreas da computação e terão uma sólida base matemática. Vão estudar programação, banco de dados, eletrônica, redes de computadores, inteligência artificial, etc.  A diferença é que, depois desse núcleo de disciplinas em comum, cada curso direciona o aluno para um caminho diferente.

Nas Ciências de Computação, a trilha é software. Caso escolha esse curso, você conhecerá a fundo os fundamentos e as teorias de computação, terá mais disciplinas voltadas para programação avançada, bancos de dados, internet, desenvolvimento de software. É uma opção indicada para quem pretende desenvolver jogos, entender como funcionam os aplicativos e criar suas próprias soluções.

Já a estrada da Engenharia de Computação é hardware: estuda-se mais a fundo a parte de elétrica e eletrônica, de placas e circuitos. Há mais química e mais física que nos outros cursos. É indicado para quem deseja atuar no campo da robótica, dos carros inteligentes e da internet das coisas.

Por outro lado, na jornada pelos Sistemas de Informação, o enfoque é a gestão de processos, projetos e pessoas. O objetivo é formar um profissional capaz de projetar e desenvolver os sistemas que controlam os negócios de uma empresa. A indicação vai para quem pretende desenvolver aplicativos ou iniciar o próprio negócio.

O professor Thiago Pardo usa o exemplo de um smartphone para explicar as diferenças: “Se você gosta de instalar aplicativos no aparelho e adoraria desenvolver seus próprios aplicativos, há indícios de que Ciências de Computação é o seu caminho. Mas se a sua vontade é desmontar o aparelho, entender e pesquisar o que tem lá dentro, então, considere Engenharia de Computação. Agora, se você gosta de lidar com pessoas, de gerenciar grupos de conversa e processos, Sistemas de Informação pode ser uma boa opção”.

Feira USP e as Profissões – Os estudantes que quiserem conversar diretamente com os professores, alunos e funcionários do ICMC e das demais unidades de ensino e pesquisa da USP podem participar, a partir desta quinta-feira, 16 de agosto, da 12ª edição da Feira USP e as Profissões Capital, que acontece até sábado, dia 18. A iniciativa gratuita da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da Universidade acontece no Parque de Ciência e Tecnologia da USP (Parque CienTec), na zona sul da capital paulista. Para controlar o fluxo de visitantes, é sugerido que os interessados façam inscrição prévia no site do evento. A expectativa é de que 80 mil pessoas participem da Feira ao longo dos três dias.

Outra opção para quem deseja esclarecer as dúvidas é participar da 16ª Feira USP e as Profissões Interior, que será realizada nos dias 30 e 31 de agosto em Bauru, no Recinto Mello Moraes. Nessa oportunidade, os estudantes poderão conhecer os 67 cursos oferecidos por seis campi da USP localizados no interior do Estado. A entrada é franca, mas também é recomendável a realização de inscrições prévias no site do evento.

As feiras são, ainda, um meio para que os jovens obtenham informações sobre o ingresso na Universidade, que pode ser feito a partir do SISU ou do vestibular da Fuvest, que está com inscrições abertas até dia 11 de setembro. Nas feiras, os estudantes também podem conhecer os programas de apoio à permanência estudantil oferecidos pela USP (moradia, alimentação etc.) e participar de atividades culturais e palestras, além de conferir as atrações de cada estande. No caso do ICMC, por exemplo, os participantes podem interagir com robôs, jogos eletrônicos e objetos matemáticos.

Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC/USP

Com informações da Assessoria de Comunicação da PRCEU e da Assessoria de Comunicação da Prefeitura da USP do campus de Bauru

Infográfico: Fernando Mazzola

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + dezoito =