Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Início

Eleitores reclamam da falta de ônibus disponível para deslocamento às seções eleitorais

Com 1,3 milhão de eleitores, o município de Manaus representa mais de 50% do eleitorado do Estado do Amazonas, que registra 2,4 milhões de eleitores de seus 62 municípios.

Da redação 

 

As seções dos principais colégios eleitorais registraram acesso tranquilo dos eleitores amazonenses para um dos principais exercício da cidadania, o ato de votar e eleger democraticamente seu candidato. Em contrapartida, o registro negativo esteve por conta de paradas e terminais de ônibus lotados na manha e à tarde, transporte coletivo em pane mecânica, fatos que geraram insatisfação da população usuária, alterando o bom humor e a paciência de todos que tentaram usufruir da gratuidade na passagem dos coletivos neste domingo, 28, das eleições em segundo turno no país.

Os representantes do Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois no Amazonas, como haviam definido anteriormente, seguiram o roteiro de visitas às maiores seções eleitorais distribuídas entre as zonas da cidade de Manaus. No primeiro local fiscalizado, o colégio Tiradentes, em Petrópolis, a votação se verificou de forma tranquila sem incidentes e sem grandes filas, como registradas no primeiro turno das eleições.

Na parada de ônibus da rua Codajás, em Petrópolis, a média de espera para chegada dos coletivos variou entre 25 e 40 minutos, o que provocava a formação de aglomerações na parada do coletivo. Foi o caso de Thaís Santiago, moradora do bairro Moro da Liberdade, zona Sul, que aguardava o veículo da linha 04. Estou com o aplicativo”Cadê meu Ônibus” e aguardando o ônibus cerca de 25 minutos”, disse Santiago.

À tarde, o comitê conseguiu registrar ônibus articulado em pane mecânica na avenida Pedro Teixeira, zona Oeste, o que contribuiu de forma decisiva para o cenário de paradas de coletivas lotadas de eleitores em deslocamento.

Na mesma parada de coletivo, Isaac Júnior reforçou as declarações de Thais Santiago, acrescentando que a”sensação é de que a frota total, como prometido pela Prefeitura, não está em circulação”. Os representantes das entidades que compõem o comitê visitaram também a seção que funcionou no Centro Social Urbano do Parque Dez, zona Centro Sul e a que estava instalada na Escola Estadual José Lindoso, na Cidade Nova 5, Zona Norte.

Com 1,3 milhão de eleitores, o município de Manaus representa mais de 50% do eleitorado do Estado do Amazonas, que registra 2,4 milhões de eleitores de seus 62 municípios.

Comitê

Criado em 2016, o comitê tem como finalidade a conscientização do eleitor sobre a importância do voto, atuar no processo de fiscalização das eleições, buscar compromisso dos candidatos com a ética na política e o combate à corrupção e caixa dois nas eleições.

Compõem o Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois no Amazonas a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, seção Amazonas; Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj; Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB (Norte1), Conselho Regional de Administração – CRA/AM, Conselho Regional de Contabilidade – CRC, Conselho Regional de Economia e Sindicato dos Fazendários do Amazonas – SIFAM, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral – MCCE, entre outras.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × três =