Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manchete

Eleições no Amazonas custaram pouco mais de R$ 20 milhões

Foram previstos para o primeiro turno um gasto de R$ 15 milhões e para o segundo turno a previsão foi de R$ 7,5 milhões. 

Da redação 

 

Com previsão para o primeiro turno de gastos de R$ 15 milhões e para o segundo turno de R$ 7,5 milhões, as eleições gerias no Amazonas somaram pouco mais de R$ 22 milhões, entre o primeiro e o segundo turno, conforme informou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral Amazonas (TRE-AM), desembargador João Simões. 

De acordo com o desembargador, a previsão real era de R$ 22,5 milhões, mas, se conseguiu um economia de pouco mais de R$ 700 mil. João Simões disse que o balanço dos gastos será divulgado assim que fechar a planilha de custos. 

“Vamos apresentar esse balanço com custos menores do que foi previsto”, disse o desembargador. 

João Simões disse que alguns ajustes foram feitos, “como por exemplo, a estratégia de logística e de aperfeiçoamento dos trabalhos da Comissão de Tecnologia da Informação (TI)”. Novos contratos também fizeram com que os gastos se reduzissem, disse Simões. 

O desembargador informou que foi estimado os custos com pouco mais de 40 mil pessoas, que foram empregadas como mesários, para 7,17 mil urnas eletrônicas, que somam entre três e quatro pessoas por urnas. 

“Temos ainda, nossos juízes eleitorais, nossos promotores eleitorais e servidores”, disse Simões.   

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 10 =