Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Manchete

Desembargador aposentado do Amazonas é acusado de estupro da própria neta

O desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Rafael Romano, foi acusado pela própria Nora, a advogada Luciana Pires, na tarde desta terça-feira, 21, de estuprar a neta desde os 7 anos de idade. Hoje, a menina tem 15 anos.

A denúncia, além de ser publicada nas redes sociais, foi levada ao conhecimento Ministério Público do Estado (MP-AM), pela mãe da jovem (Luciana).

O desembargador foi relator do processo de pedofilia contra o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro.

 

Leia o Post

Boa tarde amigos
Vcs sabem q não sou de me expor, nem aqui nem em outros lugares… hoje venho fazer o contrário, venho expor a todos o horror q tenho passado nessa semana com o desabafo e o pedido de socorro de minha filha. Ela foi vítima da pior crueldade q uma criança pode passar, um monstro horroroso que na situação de AVÔ PATERNO usou disso p MOLESTAR, ABUSAR das piores formas possíveis da própria neta, dentro de casa, no convívio familiar onde pensamos q nossas crianças estariam em segurança.
Sim meus amigos o AVÔ o Desembargador aposentado RAFAEL DE ARAÚJO ROMANO molestava a própria neta ! Um monstro q se dizia honrado, honesto, defensor das crianças, é um PEDÓFILO desgraçado, um monstro q precisa ser tirado da sociedade.
Peço a todos vcs q lutem, que clamem justiça por Maria e q orem a Deus por ela !
#justicapelamaria #naoapedofilia #prisaoparaessemonstro #demuncie

Veja os prints da página social da advogada

 

Confira a nota do filho do desembargador aposentado

 

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 13 =