Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Início

Deputado critica aumento na conta de energia

O anúncio do aumento foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que informou que conta de energia será 16,76% mais cara a partir de amanhã para os consumidores amazonenses.

Da redação 

 

Na manhã desta quarta-feira (31) em tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (aleam), o deputado Dermilson Chagas (PP) criticou o aumento de 16,76% nas contas de energias dos consumidores residenciais que entrará em vigor a partir desta quinta-feira (01). Além disso, o parlamentar questionou a medida econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

O anúncio do aumento foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que informou que conta de energia será 16,76% mais cara a partir de amanhã para os consumidores amazonenses. Também haverá reajuste de 16,78% para o comércio e 11,78% para indústria.

A justificativa dos aumentos é para sanar as dívidas e valorizar Amazonas Energia que está sendo preparada para ser vendida. Para o deputado Dermilson, é um absurdo que a única forma de valorizar a concessionária, é cobrar altas tarifas da população. “Mais um roubo no bolso do cidadão por causa da incompetência do Governo Federal que não soube administrar uma estatal. Como ficam esses gestores que administraram e deixaram acontecer esse rombo na empresa? Não tem tomada de conta especial? Isso é uma leviandade com o povo”, disse.

Dermilson diz ainda que do jeito que estar o interior do Amazonas vai voltar para escuridão. “Quem jogou fora suas lamparinas terá que comprar outras, pois mais uma vez vamos sofrer golpe do Governo Federal que irá padecer todos nós”, afirmou.

Superministério

Dermilson questionou também a medida econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro de fundir os Ministérios da Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio, criando um superministério. “Como é que um Governo novo vai conseguir administrar com os ministérios anexados. Precisamos desses esclarecimentos, para que não haja prejuízo para o nosso Amazonas”, disse. 

Fotos: Márcio Gleyson
Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + quinze =