Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Pets

Conheça alguns cuidados com a higiene e saúde dos Pets

Cachorros com pelos compridos devem sempre manter o corte em dia
Fotos: Pixabay

Todo tutor deve ficar atento para saber quais cuidados deve ter com a higiene e saúde do seu pet. E as situações variam de acordo com a época do ano. Agora na estação mais florida do ano, por exemplo, os cuidados são diferentes daqueles necessários no Inverno ou no Verão.

O Em Pauta Online alerta na coluna dessa semana que um dos principais cuidados está relacionado com a tosa, pois embora muitos acabem fazendo o procedimento para deixar o pet mais bonito, o procedimento deixou de ser uma questão meramente estética e tem influência na saúde do animal.

Outro fator muito importante para todas as épocas do ano é a hidratação, pois em dias mais quentes ocorrem mudanças de temperaturas. Na primavera os dias são mais longos e quando o Sol brilha por mais tempo no Céu, é importante sempre ter água fresquinha. 

Um cuidado que merece muita atenção é com a manifestação de pulgas e carrapatos, pois com o calor da primavera eles se proliferam ainda mais. Como já citado nesse texto, a tosa deixou de ser um procedimento meramente estético e pode ajudar o pet se movimentar melhor, trazer mais conforto e identificar visualmente com mais facilidades esses parasitas.

Os cachorros regulam a temperatura corporal pela troca de calor com a língua. Mas, se o tutor disponibiliza um colchão térmico, ele acaba aproveitando mais. 

“A tosa ajuda os pelos a não embolar, melhorando a qualidade de vida dos cachorros e mantendo a higiene em dia. Esses cuidados também ajudam no controle das pulgas e feridas causadas pelo clima mais quente e pela umidade elevada”, diz Thiago Calixto, sócio-fundador e diretor de expansão da Doggi, startup de banho e tosa para cachorros com agendamento por aplicativo.

Cachorros com pelos compridos devem sempre manter o corte em dia. Para tanto, é recomendado procurar um profissional para indicar a melhor tosa para determinada raça. 

O ideal é que seja realizada ao menos uma vez por mês junto ao banho do animal, mas a periodicidade pode variar de acordo com as características do pelo do seu animal. 

Para os tutores que realizam o procedimento de banho e tosa de casa, é recomendado que deixe o cachorro bem seco e, em caso de pets com pelos longos, sempre bem escovados para evitar nós. 

O tutor precisa possuir experiência e saber manusear os equipamentos adequados. Do contrário é melhor procurar um profissional para fazê-la. Para finalizar, é recomendado o tutor ficar atento com a secagem do pelo dos pets, pois esse cuidado é essencial para evitar a proliferação de bactérias.

Fotos: Pixabay

 

 

Texto: Sérgio Dias

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + três =