Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Dia a Dia

Bolsonaro inclui cachê de Gusttavo Lima na lista de sigilo de 100 anos

Cantor já teve pagamentos com recursos públicos questionados, dando início ao movimento que ficou conhecido como "CPI do Sertanejo"
Foto: Divulgação

O cachê que Gusttavo Lima recebeu para participar do comercial da Mega da Virada em 2021 está sob sigilo de 100 anos por determinação do presidente Jair Bolsonaro. A informação foi publicada pelo portal Movimento Country.

A medida está prevista no artigo 31 da Lei de Acesso à Informação e se restringe a dados pessoais relacionados “à intimidade, vida privada, honra e imagem”. O texto estabelece cem anos como o prazo máximo para esse tipo de sigilo.

Ainda de acordo com a publicação, no Portal da Transparência consta que a Caixa Econômica Federal desembolsou mais de R$ 10 milhões para a campanha, mas a destinação e o uso da verba não foram revelados, e o pagamento feito ao cantor está sob o decreto presidencial.

Gusttavo Lima, de 33 anos de idade, é apoiador de Bolsonaro e amigo da família. Neste ano, o cantor teve pagamentos com recursos públicos questionados, dando início ao movimento que ficou conhecido como “CPI do Sertanejo”, na qual mais de 35 cidades têm shows investigados.

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *