Siga nas Redes Sociais

Olá, o que procuras?

Política

Augusto Ferraz é investigado por improbidade administrativa em Iranduba

A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira, 26, no Diário Oficial do Ministério Público.

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) converteu procedimento em Inquérito Civil (IC), para investigar eventual ocorrência de ato de improbidade administrativa praticados pelo prefeito José Augusto Ferraz de Lima e Valessa de Souza dos Santos, durante o procedimento licitatório Pregão Presencial nº 020/2021-SRP-CPL, em Iranduba, a 38,1 quilômetros de Manaus.

A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira, 26, no Diário Oficial do Ministério Público. O documento tem assinatura do promotor de Justiça Leonardo Abinader Nobre.

O promotor de Justiça considerou que atribui legitimidade ao Ministério Público para propor a ação civil pública de responsabilidade por danos causados ao meio ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico, a qualquer outro interesse difuso ou coletivo, por infração da ordem econômica e da economia popular e à ordem urbanística.

Leia o documento aqui

Clique para comentar

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + nove =