Após resultado pífio em 2020, Alfredo Nascimento deve disputar vaga de deputado estadual

Após resultado pífio em 2020, Alfredo Nascimento deve disputar vaga de deputado estadual

 

 

Depois de um resultado pífio nas eleições de 2020, quando disputou a cadeira da Prefeitura de Manaus, o ex-deputado federal Alfredo Nascimento (PL) quer uma cadeira da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) nas eleições do ano que vem.

 

Nos bastidores, o nome de Alfredo na disputa por uma vaga no Parlamento Estadual é dado como certo. Com 31,6 mil votos (3,29%) do total de votos apurados no primeiro turno das eleições do ano passado em Manaus, Alfredo ficou atrás de Capitão Alberto Neto (Republicanos), Coronel Menezes (Patriota), Ricardo Nicolau (PSD), José Ricardo (PT), David Almeida (Avante) e Amazonino Mendes (PDT). O segundo turno foi disputado entre Amazonino e David, que venceu o pleito.

 

Alfredo só ficou à frente dos candidatos Romero Reis (Novo), Marcelo Amil (PCdoB) e Gilberto Vasconcelos (PSTU).

 

Custo/benefício

 

Com mais de R$ 6 milhões em caixa do Fundo Partidário nas eleições de 2020, Alfredo disputou a Prefeitura de Manaus com apoio do ex-prefeito Arthur Neto (PSDB). Mesmo assim, não conseguiu êxito, ficando em sétimo lugar entre os dez candidatos que disputaram o pleito à época.

 

Repasses

 

Somente da Direção Nacional do PL, Alfredo Nascimento recebeu R$ 6 milhões. Os valores do fundo especial foram transferidos em duas parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 2 milhões, no dia 5 de outubro, e a segunda dez dias depois no valor de R$ 4 milhões.

 

Em outro repasse, a Direção Nacional do partido enviou R$ 20 mil. O político fez uma doação para sua própria campanha de R$ 10 mil e também chegou a receber um valor de R$ 1 mil de José Fábio Galvão.

 

Alfredo fez uma coligação entre o PL e o PSDB de Arthur Neto, que foi o responsável de indicar o nome da vice, Conceição Sampaio (PSDB).

 

 

 

Com informações do Portal O Poder

 

Foto: Acervo O Poder

Deixe uma resposta