Alejandro Valeiko nega envolvimento na morte de engenheiro Flávio

Alejandro Valeiko nega envolvimento na morte de engenheiro Flávio

Da redação

O enteado do prefeito de Manaus, Alejandro Valeiko, suspeito de envolvimento na morte do engenheiro Flavio Rodrigues dos Santos, disse à polícia, em dois depoimentos, que não teve participação no assassinato.

Alejandro afirmou que o engenheiro foi sequestrando e morto. “Levaram ele, puxaram pelo braço, levaram ele”, afirmou.

De acordo com a polícia, o enteado do prefeito de Manaus, Arthur Neto, do PSDB, é suspeito junto com outras cinco pessoas. A Justiça decretou a prisão temporária de 30 dias dos suspeitos.

Assassinato

Flávio Rodrigues estava em uma festa na casa de Alejandro Valeiko em condomínio de luxo na Ponta Negra, no dia 29 de setembro. Conforme as investigações, após uma briga com facas, ele foi levado pelo PM Elizeu da Paz, que trabalha na segurança do Prefeito, e um amigo dele, até uma estrada de terra.

O corpo foi encontrado na manhã do dia seguinte. A investigação acredita que ele pode ter sido morto dentro da casa.