MP apura irregularidades em contratos firmados e não executados em Barcelos

MP apura irregularidades em contratos firmados e não executados em Barcelos

Da Redação 

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) instaurou um inquérito civil par apurar supostas irregularidades praticadas pelo prefeito de Barcelos, distante 401 quilômetros de Manaus, Edson Mendes (PSB) no que tange a pagamentos de contratos com empresa por serviços jamais executados no Município.

De acordo com o promotor de Justiça Márcio Mello, foi feito o pagamento de R$ 224.000,00 (Duzentos e vinte e quatro mil reais) à empresa R.S.A.

Construções Ltda, para a suposta prestação de serviços de limpeza e coleta de lixo nas vias do Município, fato desconhecido pela população.

Outro pagamento suspeito foi no valor de R$ 200.000,00 (Duzentos mil reais) feito à empresa Antonio Carlos de Carvalho Seixas – Epp para a suposta prestação de serviços na produção e ornamentação do festival do peixe ornamental de Barcelos de 2017. Destaca que na verdade esse serviço foi realizado por alguns servidores da Prefeitura.

Com base nas informações, o promotor de Justiça resolveu instaurar o processo de investigação contra o prefeito. O promotor deu prazo de 15 dias para que o prefeito apresente cópia de todo o conteúdo dos procedimentos administrativos objeto da investigação.

A denúncias no MP foram apresentadas pelo vereador Franquiberto Leite Reginaldo (PTB), contra o prefeito e o secretário de finanças do município Sérgio Augusto Caldas dos Santos.

Deixe uma resposta